McDonald’s que nunca veremos em Portugal

Cada vez mais, a rede de fast food norte-americana McDonald’s vem praticando a filosofia de “pesar globalmente e agir localmente”. Ou seja, com base em uma estratégia geral bem definida, o mix de marketing (4 p’s) em cada país é desenhado levando em conta a cultura e as características do local. Com isso, existem várias opções de menus disponíveis apenas em alguns países específicos. Abaixo, seguem alguns produtos bem interessantes que provavelmente nunca veremos em Portugal:

CHINA: Pão de hambúrguer, salada e um hambúrguer feito de arroz.

CHINA: Pão de hambúrguer, salada e um hambúrguer feito de arroz.

CANADÁ: Sanduíche recheado com lagosta.

CANADÁ: Sanduíche recheado com lagosta.

MÉXICO: É um burrito comum: feijão, carne picada, cebola, temperos, tudo embrulhado em uma tortilla.

MÉXICO: É um burrito comum: feijão, carne picada, cebola, temperos, tudo embrulhado em uma tortilla.

ISRAEL: Pão sírio, hambúrguer de peru e salada.

ISRAEL: Pão sírio, hambúrguer de peru e salada.

Equivalente ao tradicional Big Mac, mas com hambúrguer feito de carne de ovelha oo frango.

ÍNDIA: Equivalente ao tradicional Big Mac, mas com hambúrguer feito de carne de ovelha ou frango.

Pão rectangular recheado com vegetais (milho, bróculos, cogumelos e pimenta-da-guiné), com molho bechamel e cobertura de queijo.

ÍNDIA: Pão rectangular recheado com vegetais (milho, brócolos, cogumelos e pimenta-da-guiné), com molho bechamel e cobertura de queijo.

No lugar do hambúrguer, tem um recheio de batata com ervilha, tomate, cebola, maionese vegetariana (sem ovos) e molho bem apimentado (como toda comida indiana).

ÍNDIA: No lugar do hambúrguer, tem um recheio de batata com ervilha, tomate, cebola, maionese vegetariana (sem ovos) e molho bem apimentado (como toda comida indiana).

2 Respostas to “McDonald’s que nunca veremos em Portugal”

  1. o de israel parece-me bem…

  2. Figurinha, se calhar deveria haver muitos… Pra tua manocas ficar rica…😛 Uma questão de marketing!!!😉 Mas a grande realidade é se começarmos a pensar que provavelmente metade da população mundial em 2025 será obesa, deveríamos de nos sensibilizar para tal e lutar contra esta epidemia… Os “fast” são bons, mas nem sempre serão os the “best”! Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: